CARREGANDO

O que você procura

Destaque Geral Portal de Jornalismo ESPM RJ

Rock in Rio: a experiência do preview e a expectativa para os dias oficiais

Compartilhar

 

O evento teste do Rock in Rio aconteceu nesta última terça-feira (30/8), no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, para convidados e membros do programa “Rock in Rio Club”. O preview recebeu cerca de 20 mil pessoas e permitiu que pudessem conhecer um pouco do que será oferecido nos dias oficiais do evento, que ocorrerá nos dois primeiros finais de semana de setembro.

Além das atrações tradicionais do festival, como a roda gigante, o público também pôde desfrutar de várias novidades. A Lojas Americanas, uma das parceiras do evento, elaborou um espaço chamado escape room, para que as pessoas pudessem descansar e recuperar as energias para aproveitar um dia inteiro na Cidade do Rock. Albert Kherdaji, produtor de tecnologia de um dos parceiros do Rock in Rio, esteve por lá e conferiu também a ação da Três Corações. “Você comprava um copo retornável de 10 reais e podia ir no estande deles em qualquer ponto do Parque Olímpico para pegar um refil”. 

O evento também conta com o espaço Gourmet Square, que possui diversas opções de comidas e bebidas. Apesar da variedade de produtos, os preços não agradaram a todo o público. Carolina Mosmann, uma das convidadas da atração, participou do evento e ficou insatisfeita com o que viu. “Como todo festival, é normal os preços serem altos, mas confesso que me surpreendi com os deste ano. 52 reais em uma pizza de 4 fatias, 18 reais uma esfiha”. 

Já Giovanna Leão, que também participou do evento, achou que os preços condiziam com a proposta do festival. “Com relação à alimentação, é lógico que é mais caro, mas é tipo preço de shopping mesmo, não é acessível, mas é um preço que faz jus ao valor do ingresso”.

A organização do preview surpreendeu quem esteve por lá. “Tudo muito organizado, realmente tudo funcionou. Filas que pareciam longas, acabavam sendo bem rápidas”, ressaltou Carolina. Além disso, Albert acredita que a disposição dos lixos é algo que deve ser destacado na logística do Rock in Rio. “Havia muitos lixos espalhados, mas, ao mesmo tempo, muitas pessoas limpando. Percebi que tinha pouco lixo no chão, pouca sujeira.”

Em relação à acessibilidade, o produtor enfatizou que apesar de alguns estandes possuírem mais de um andar e não serem acessíveis para pessoas com alguma limitação física, um deles merece destaque positivo . “O que me chamou atenção foi o da Natura, que era elevado com escada, mas tinha uma estrutura que você podia colocar a cadeira de rodas e ela subia, dando acessibilidade para quem precisa.”

Após o evento teste, a expectativa do público ficou ainda maior. Quem foi ao Parque Olímpico relatou que pôde desfrutar de um complexo com uma estrutura surpreendente, onde foi possível ter vários tipos de experiências. Entre as pessoas que não foram, o sentimento de ansiedade e o desejo pelos dias oficiais do festival cresceram ainda mais. 

Reportagem: Bianca Paes e Sarah Soares

Supervisão: Clara Glitz, Leo Garfinkel e Lucas Guimarães

Tags:

Você pode gostar também

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *