CARREGANDO

O que você procura

Destaque Geral Portal de Jornalismo ESPM RJ

Mobilização do Rio de Janeiro para o Rock in Rio

Compartilhar
foto: divulgação

Foto: divulgação

A cidade do Rio de Janeiro receberá o Rock in Rio, um dos maiores festivais de música do país, no mês de setembro. A pretensão é que o Parque Olímpico receba 700 mil pessoas durante todo o evento e, para a organização, a Prefeitura realizará ajustes na mobilidade urbana carioca. Nos finais de semana de 02 a 11, a nona edição trará Justin Bieber, Coldplay, Demi Lovato, Post Malone, Alok e muitos outros renomados nomes do mundo da música nacional e internacional à Cidade do Rock.

De acordo com Monique Ferreira, coordenadora operacional do Rock in Rio, criar um esquema logístico para atender a quantidade de público do evento é um trabalho cuidadoso. A coordenadora operacional diz que o Rio de Janeiro não se prepara para apenas um festival, mas para uma situação de aumento geral de demanda envolvendo muitas pessoas, espaços e empresas. Ela completa falando: “É uma época em que a cidade está cheia, trazendo demandas para hotelaria, alimentação, comércio. Podemos sentir o impacto do festival em diversos setores. […] Afinal, é uma cidade já naturalmente turística, e muitas vezes uma pessoa escolhe um dia para prestigiar o festival e passa mais dois ou três dias aproveitando outras atrações da região.”

Com o intuito de facilitar o embarque e desembarque do público, a Prefeitura do Rio de Janeiro organizou diversos modos de chegar ao evento. A maneira mais econômica é utilizar o Rock Express, novo serviço do festival com o valor de R$22,00, que contará com coletivos exclusivos para o transporte público na ida e volta. O transporte usará a pista do BRT e funcionará das 13h até 5h nos dias do Rock in Rio. O Metrô-Rio, com valor de R$6,50 por passagem, é uma opção para facilitar a locomoção de algumas pessoas, pois o Rock Express terá ponto de saída e de chegada em terminais como Jardim Oceânico e Alvorada. 

O Transporte Primeira Classe, conhecido pelo serviço mais completo por utilizar ônibus distribuídos estrategicamente pela cidade e municípios próximos, desembarcará as pessoas dentro da Cidade do Rock com o intuito de oferecer conforto. A tarifa é de R$125,00 e a compra é feita pela internet via aplicativo “Urbanky”. 

A cidade carioca deve receber cerca de 350 mil turistas, de acordo com dados do Hotéis  Rio. A rede de acomodações registrou uma taxa de ocupação média de 72% de quartos reservados no período do festival. De acordo com o site Trivago, os hotéis do Rio de Janeiro estão cobrando, em média, 33% a mais pelas diárias nos dias de shows do Rock in Rio em relação aos demais dias de setembro. No caso dos estabelecimentos que ficam mais próximos à Cidade do Rock, onde ocorrerá o festival, o aumento é ainda maior, de 86%. Segundo Renata Vieira, gerente geral do hotel Bourbon, localizado na Barra da Tijuca, em períodos como o do Rock in Rio os preços das diárias costumam ser mais altos devido à grande procura; ela afirma que é uma praxe normal do mercado hoteleiro cobrar mais caro, assim como acontece nas companhias aéreas.

A turista Nathalia Pellegrini, que virá de São Paulo para o evento, afirma que teve dificuldades para encontrar um lugar para se hospedar, principalmente por conta dos preços: “Por ser época de turismo os preços de qualquer lugar para hospedagem estavam absurdos e quando encontrava um preço mais razoável já estava sem vagas ou reservado.” Devido ao grande número de pessoas que vêm à cidade para aproveitar o evento, Renata disse que funcionários têm o costume de se preparar de forma diferente durante a época do festival: “Todas as equipes precisam estar focadas no cliente e na sua satisfação, além de termos uma logística totalmente diferenciada para atender os hóspedes que chegarão em massa.”

Por se tratar de um evento de grande porte, as equipes do Rock in Rio se mobilizam para conseguir entregar o melhor resultado possível às pessoas, tanto da cidade quanto dos turistas. Monique acredita que todos os funcionários dedicam-se ao máximo para fornecer a melhor experiência a todos: “Sempre senti um cuidado muito grande do Rock in Rio na experiência completa do público, e acredito que continuam fazendo o máximo para que todos tenham todo o conforto e facilidade para se deslocar até a Cidade do Rock”. 

 

Reportagem: Júlia Vianna e Luciana Campos

Supervisão: Anna Julia Paixão

Tags:

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *