CARREGANDO

O que você procura

Destaque Fora de Casa

Fora de casa

Compartilhar

O Dia do Trabalhador é comemorado no dia primeiro de maio. Além do feriado, essa data – geralmente – é marcada pelo descanso, pelas festas e pelas manifestações. No entanto, por conta do período de isolamento social devido a epidemia do novo Covid-19, este ano a data terá um significado diferente. Por isso, é essencial ressaltar a importância dos profissionais que estão atuando fora de suas casas durante este momento. Com apenas serviços essenciais funcionando, trabalhadores autônomos temem futuros impactos e precisam se adaptar para continuar garantindo renda.

A rotina dos ambulantes das praias do Rio faz parte do cotidiano carioca. Com elas vazias, a tradição de tomar um mate gelado e comer biscoito de polvilho poderia ter sido deixada de lado, se não fosse por iniciativas como a do vendedor Edson de Amaral, mais conhecido como Dinho, que reinventou o costume oferecendo o serviço por delivery. O ambulante conta ao Portal como está sendo sua nova forma de trabalhar.

Portal: Como era sua rotina antes da quarentena ?

Dinho: Minha rotina antes da quarentena era trabalhar todos os dias, com uma folga na semana. No caso eu folgava às segundas-feiras. Trabalho na praia do Leblon, do Posto 11 ao Posto 12. Não ia para outra praia. Meu trabalho é só no Leblon.

Portal: Como é não poder exercer sua função de uma hora para a outra?

Dinho: Não exercer minha função de uma hora pra outra é complicado porque tenho uma família para sustentar, que é minha esposa e meus dois filhos, e fica complicado.

Portal: Como surgiu a ideia de fazer o delivery de mate e como ele funciona?

Dinho: A ideia do delivery foi de um cliente, que  mora no Alto Leblon e me perguntou se eu entregaria na casa dele mate com limão. Eu falei que conseguia, e daí surgiu a ideia. Botei no instagram que entrego, que estou fazendo esse delivery e está dando certo.

Dinho está entregando as bebidas em garrafas de 1 litro de mate e de limonada. Na compra do mate e do limão o cliente também leva um biscoito sem acréscimo de preço. Foto retirada do instagram pessoal de Dinho

Portal: Com que frequência você sai para fazer as entregas?

Dinho: Eu escolho dois dias na semana para juntar bastante pedido, e entrego. Os dias no caso são terça e quinta, ou segunda e sexta.

 

 Foto de Dinho durante a entrega, com a cliente, Bruna Dib. Foto retirada do instagram pessoal, de Dinho. 

Portal: Qual a sensação de encontrar os clientes de sempre fora da praia?

Dinho: A sensação de encontrar meus clientes fora da praia para mim é normal. Porque além de meus clientes, são meus amigos também. Fiz uma amizade com eles que é bastante tranquila. Então é normal encontrar com eles, a gente bate um papo muito rápido, já que não está podendo ter muito contato, mas está sendo legal.

 

Reportagem: Ana Júlia Oliveira, Anna Miranda, Camila Hucs, Eloah Almeida, Felipe Roza, Leo Garfinkel e Yan Lacerda

Supervisão: Matheus Pardellas

Tags:

2 Comentários

  1. Mirian Garfinkel 1 de maio de 2020

    Parabéns, mesmo nestes tempos dificeis vocês continuam ” cavando” noticias! Aliás o rapaz é um empreendedor pq não deixa a ” peteca cair”

    Responder
  2. eliana camargo 1 de maio de 2020

    PARABÉNS, goste da entrevista.

    Responder

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *