CARREGANDO

O que você procura

Cine Resenha Destaque

Cine Resenha – Explicando

Compartilhar

A série documental “Explicando”, da Netflix em parceria com a Vox, tem como modelo de apresentação dos episódios, falar sobre diversos assuntos que estão em pauta na mídia e nas redes sociais de todo o mundo. Temas como música, a crise global da água, a diferença salarial entre homens e mulheres, o politicamente correto que sempre é abordado no cenário de eleição, e por incrível que pareça um dos episódios previu a pandemia do coronavírus em um dos seus capítulos. 

No piloto da série, que aborda como os seres humanos e espécies próximas de nós interagem com a música, conta com a participação da DJ Jennifer Lee, conhecida como Tokimonsta. Ela sofreu um problema no cérebro e devido a isso não conseguia mais identificar as ondas sonoras das músicas, logo não conseguia mais criar também. A trama se passa em como ela recuperou os sentidos da música, e da diferença dos nossos sentidos de ritmo para espécies próximas, como Chimpanzés.

Outro assunto desenvolvido é o da desigualdade salarial entre homens e mulheres, onde a democrata Hillary Clinton, e a Primeira-ministra da Islândia, Katrín Jakobsdóttir, são as principais apresentadoras.  Elas contam suas histórias de vida como  mulheres que exercem cargos de poder e o que sofreram para chegar lá. Além delas, o capítulo tem outro ponto forte, a história de Ruanda, o país africano onde as mulheres são maioria nos empregos desde a guerra civil em 1994, na qual 70% da população masculina morreu. 

A série também produz episódios que tratam assuntos específicos, como o último que foi lançado, que explica o coronavírus. Ele faz uma relação do COVID-19 com outros vírus, como o H1N1, ebola e a gripe espanhola, mostrando o nível de contágio e mortalidade desses. O capítulo também conta com imagens de manifestações no mundo todo contra a quarentena e o posicionamento de alguns presidentes e ministros perante a pandemia. Dentre essas imagens, aparecem manifestações no Brasil e um depoimento do presidente Jair Bolsonaro, onde ele diz que o novo vírus é uma fantasia. 

Nele são entrevistados médicos especialistas como o Dr. Peter Daszak (presidente da EcoHealth Alliance) e Bill Gates (Bilionário, fundador da “Gates Foundation”). Eles reafirmam durante todo episódio sobre importância de seguir as medidas de isolamento social da IMS. O curta completa falando sobre a expressão “achatar a curva”, que significa retardar a contaminação, evitar picos de doentes e superlotar hospitais.

Em um dos episódios da série, especialistas discorrem sobre o orgasmo feminino, e mostram a importância em falar abertamente sobre o assunto, afinal ainda é considerado um tabu para muitas pessoas. Com aproximadamente vinte minutos de duração, são analisadas questões como masturbação e a possível existência de um ponto “G” feminino, além de explicar o porquê boa parte das mulheres não conseguem chegar “lá”. A produção é uma ótima sugestão para quem busca esclarecer dúvidas a respeito do tema, além de servir como incentivo para que as mulheres explorem o próprio corpo e atinjam satisfação sexual mais facilmente.  

A segunda temporada se inicia comentando o porquê de nós ainda não termos descoberto vida extraterrestre. De maneira didática e bem visual, o episódio busca explicar assuntos complexos, como são e funcionam os tipos de bioassinaturas e tecno assinaturas, por meio de infográficos animados, imagens de arquivo e analogias simples. O uso de referências à filmes sci-fi, como “Guerra dos Mundos”, “Star Trek” e “A Chegada”, também foram um recurso para ilustrar e exemplificar a fala dos entrevistados. Também conta com o depoimento e teorias de astrônomos, cientistas planetários e especialistas em astrobiologia.

 

Por: Alberto Ghazale, Ana Júlia Oliveira, Eloah Almeida e João Medina

Supervisão: Maria Luisa Martins e Patrick Garrido

Tags:

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Próximo